ISVOUGA ISVOUGA
   ISVOUGA Licenciaturas Bolsas de Estudo Emprego Contactos
Opções Gerais
   
 
  Caixa de Sugestões  
 
  Enews  
 
  Erasmus +  
 
  Bolsa de Emprego Online  
 
 Você está em:  Início  >  Notícias

Miguel Gonçalves enche auditório do ISVOUGA

A mais concorrida edição do ciclo de conferências ISVOUGA MARKETING SESSIONS trouxe a Santa Maria da Feira algumas ideias para enfrentar este «admirável mercado novo»

«Se não consegues ser empreendedor no papel de trabalhador dependente, será difícil teres sucesso com o teu próprio trabalho ou negócio». Esta foi uma das inúmeras mensagens que Miguel Gonçalves deixou aos participantes na mais concorrida edição do ciclo de conferências Isvouga Marketing Sessions, que decorreu a 14 de Fevereiro, no auditório do Instituto Superior de Entre Douro e Vouga, em Santa Maria da Feira.
Perante uma plateia de 160 participantes, o fundador da Spark Agency, foi surpreendido logo de início com uma plateia mascarada onde estava inscrita um dos pensamentos que mais repete: «Produto que não está à mostra não vende», uma iniciativa dos alunos do 2º ano da Licenciatura em Marketing, Publicidade e Relações Públicas, também responsáveis, pela oferta no final de uma t-shirt com pins do orador e algumas das mais emblemáticas frases.
Durante a intervenção de quase três horas, Miguel Gonçalves salientou os aspectos que devem ser tidos em conta na hora de procurar emprego. Na opinião deste psicólogo compete a cada um interiorizar e accionar uma atitude proactiva, sendo inovador e demonstrando ter capacidade para marcar a diferença.
Nas palavras do jovem empreendedor «para se conseguir resultados e alcançar o emprego que gostamos, é preciso trabalhar-se imenso, muitas horas e com muito empenho». E, para contornar os momentos de menor auto-confiança, Miguel Gonçalves sugere que se deve «inscrever, dentro de nós, ideias positivas».
Entre as inúmeras sugestões ficam frases como: «É comigo? Eu resolvo» ou «Se já tenho oito nãos, só me faltam dois para a meta a que me propus, hoje, 10 nãos».

O percurso do orador

O responsável pela Spark, empresa especializada em criatividade e no desenvolvimento de acções de formação, palestras e sessões de motivação para empresas, é também, aos 32 anos, um comunicador nato. Em 2009 lançou um projecto intitulado SliceWalking, uma iniciativa que apoia famílias em países de terceiro mundo através da arte. Um ano depois criou uma agência com vista a activar energia nas empresas e nas pessoas. A participação no Programa Prós e Contras da RTP, em Junho de 2011, para falar do projecto «So You Think You can Pitch», apresentado como um evento que reúne empresas que compram trabalho e pessoas que querem trabalhar, transformaram-no num fenómeno de comunicação viral. «Acredito que se está a começar a formar uma nova geração de empregados. Tivemos muita gente a olhar para baixo, a picar o ponto e a cumprir regras. (…) Há agora um ambiente de empreendedorismo muito forte», diz Miguel Gonçalves, conhecido pela repetição de alguns chavões tais como «CV não é curriculum vitae, é Canal de Vendas!» ou pelos também afamados mantras: «as empresas não oferecem trabalho, compram propostas de valor; o teu trabalho é o teu produto; o produto que não está à mostra não vende». Nos últimos meses, este ideia starter, como surge na página da agência, tem-se desdobrado em conferências, palestras e participações onde divulga algumas das actividades que estão a dar nome à empresa que fundou com Tânia Delalande (professional problema solver) e Regina Arlete (content curator). Entre os vários projectos desta sociedade minhota destaque para So you think you can pitch, evento que funciona como ponto de encontro para empresários e candidatos e o Udini, uma actividade que ensina e incentiva a fazer as perguntas certas, às pessoas certas.

Publicado em: 22-02-2012


Página gerada em: 2017-08-16 às 18:29:58 © COPYRIGHT ISVOUGA - 2006-2010
helpdesk@isvouga.pt