ISVOUGA ISVOUGA
ISVOUGA Licenciaturas Bolsas de Estudo Emprego Contactos
Opções Gerais
   
 
  Caixa de Sugestões  
 
  Enews  
 
  Erasmus +  
 
  Bolsa de Emprego Online  
 
 Você está em:  Início  >  Notícias

ISVOUGA: Balanço de um ano em Bolonha…

Como aplicou o Isvouga o modelo de Bolonha ?...
O ISVOUGA aderiu ao sistema europeu de transferência e acumulação de créditos (ECTS), no ano lectivo de 2007/08.
A transição dos então alunos para o referido sistema está a processar-se de forma faseada, por uma questão de salvaguarda dos interesses dos próprios.
Além da leccionação das licenciaturas entretanto adequadas ao modelo de Bolonha - todas com uma duração de 3 anos lectivos e integradas por unidades curriculares com a duração de um semestre cada - Contabilidade, Engenharia de Produção, Gestão de Empresas e Marketing, Publicidade e Relações Públicas, o Instituto, iniciou a leccionação de uma nova licenciatura, coordenada pelo Professor Doutor José Manuel Cardoso da Costa, em Solicitadoria.
O Instituto no ano lectivo de 2007/08, contou com 279 novos alunos, tendo atingido um número total de 666 alunos, número que lhe confere o lugar de maior instituição de ensino superior da região.

Quais as principais transformações pedagógicas?
Os docentes adoptaram, sempre que possível, metodologias que implicam uma maior pró-actividade, por parte dos estudantes, dentro e fora das aulas. Refira-se, a título de exemplo o incremento do número de trabalhos práticos, sobretudo em grupo, promovendo-se desta forma o reforço de competências, como:
- a capacidade de seleccionar informação relevante,
- a capacidade de organização e planificação do trabalho,
- a capacidade de divisão de funções e papéis,
- o reforço da competência escrita e oral, designadamente ao nível da - capacidade de síntese e de argumentação,
- espírito de iniciativa e
- capacidade de construção de um processo de auto-aprendizagem.

A realização de aulas de natureza tutorial permitiu um acompanhamento mais individualizado e a detecção de quais as principais dificuldades dos alunos, mas também quais os objectivos específicos e gerais atingidos no âmbito de cada unidade curricular, funcionando como um relevante barómetro para professores e para alunos.
Na verdade, o Isvouga, face à sua dimensão, proporciona um contacto fácil entre professores e alunos, o que permite que cada professor obtenha um feed-back continuado relativamente ao grau de sucesso com que tem conduzido e dinamizado as suas aulas. Essa percepção, confere ao professor a prerrogativa de redefinir a sua estratégia pedagógica e tomar a iniciativa de promover acções de ajustamento relativamente à direcção inicialmente perspectivada, por forma a que os espaços de inter-acção com os estudantes sejam mais bem sucedidos e os trabalhos propostos mais eficazes, quanto às competências a reforçar e/ou alcançar.
Não obstante o clima de abertura entre professores e alunos, estes últimos dispõem, no âmbito de cada licenciatura, de um interlocutor preferencial, que é o Coordenador de Curso a quem podem colocar todo o tipo de questões, pelo que este se assume igualmente como um impulsionador de mudanças, mediante a apresentação de propostas no sentido de se promoverem ajustamentos ao nível das unidades curriculares, seja no que respeita aos conteúdos programáticos, seja às metodologias pedagógicas, aos recursos didácticos adoptados ou formas de avaliação.

Mais a mais, os professores foram avaliados, pelos alunos, em cada semestre, e convidados pela Direcção a apresentar um relatório escrito com propostas que perspectivem a correcção das fragilidades identificadas pelos primeiros. Por tudo isto, facilmente se poderá aferir que o Isvouga foi procurando colmatar todos os constrangimentos inerentes à mudança de paradigma de ensino. A agilidade e flexibilidade da organização, possível graças ao empenho do seu corpo docente e órgãos de gestão, tem sido a “chave de sucesso” deste desafio.

Que tipo de outros recursos mobilizou Bolonha?
Ao nível dos recursos didácticos, o Isvouga disponibilizou a utilização de videoprojector em todas as suas salas de aula, fomentando, assim, o uso de apresentações electrónicas, bem como o acesso à Internet durante as aulas, sendo que os referidos recursos não foram disponibilizados sem antes ter sido promovida formação em Tecnologias de Informação e Comunicação aos docentes, com vista à sensibilização dos mesmos para o potencial de utilização dos referidos recursos, e ainda com o intuito de lhes ser facultada toda a informação necessária à sua efectiva utilização. O auditório passou a dispor de um ecrã interactivo, equipamento potenciador dos efeitos positivos associados à leccionação de aulas com base em conteúdos digitais.
O “site da disciplina” foi ainda outra das ferramentas colocadas à disposição dos professores com vista a potenciar a informação de apoio a disponibilizar aos alunos, sebentas, fichas de trabalho, etc. mas sobretudo para agilizar a interactividade entre professores e alunos, através de fóruns, debates ou para a simples apresentação de dúvidas e de questões.

Atendendo a que, os estudantes foram, com Bolonha, mais incisivamente estimulados a trabalhar de forma contínua e em regime de maior autonomia, a sala de estudo existente foi reequipada com computadores e software de última geração, aumentando-se, assim, a qualidade dos espaços disponíveis para auto-estudo. No sentido, de se estender a utilização do referido espaço, em simultâneo, a um maior número de alunos, o Instituto concebeu um projecto de ampliação do seu edifício, que além de novas salas de aula e mais gabinetes para atendimento de estudantes, pelos professores, comporta uma nova sala de estudo, de áreas superiores à já existente, vocacionada para trabalhos individuais e em grupo com recurso a computadores, perspectivando, assim, passar a disponibilizar aos seus alunos, a breve prazo, duas salas de estudo e uma biblioteca. Por outro lado, foi implementado um sistema, para utilização pelos alunos, de impressão automatizado.

De que mecanismos dispõe o ISVOUGA para facilitar o acesso ao emprego?
O Instituto dispõe, desde 1997, de uma UNIVA-Unidade de Inserção na Vida Activa que se dedica a apoiar os alunos que pretendam encontrar uma entidade acolhedora para efeitos de realização do seu estágio curricular, mas também profissional. Além do mais esta unidade desenvolve todos os esforços no sentido de colocar os alunos e diplomados no mercado de trabalho, em funções o mais adequadas possível às respectivas qualificações e apetências. Note-se que não são raras as situações em que diplomados de há longos anos procuram a UNIVA para mudar de emprego ou tão somente com vista a obter aconselhamento para reconversões desejadas. Encontrar um equilíbrio harmonioso entre os requisitos das funções solicitadas pelos empregadores e o perfil dos alunos ou diplomados, é assim uma das principais atribuições deste serviço. Ressalte-se que as licenciaturas em Contabilidade, Gestão de Empresas e Marketing, Publicidade e Relações Públicas têm já incorporadas na parte final dos seus planos de estudos, uma componente de estágio. Com base em experiências anteriores, admite-se que em considerável número de casos, esta situação favoreça e configure, desde logo, a porta de acesso dos nossos jovens ao mercado de trabalho.
A breve prazo, o Isvouga, disponibilizará na Internet uma “Bolsa de Emprego” que reforçará e agilizará o trabalho desenvolvido por este serviço.
No ano lectivo de 2007/08, o Isvouga candidatou-se a um Cet-Curso de Especialização Tecnológica. Um dos objectivos da referida candidatura consiste em disponibilizar uma oferta complementar aos diplomados que visem uma especialização em Banca e Seguros, favorecendo, desta forma, processos de inserção ou reconversão profissional. A excelente receptividade dos principais Bancos e Agências de Seguros do Concelho e da região, para acolhimento dos futuros estagiários, constituí um indicador fundamental da relevância desta formação.
Saliente-se que de acordo com um estudo realizado pelo Instituto de Emprego e Formação Profissional, reportado a Dezembro de 2007, o Isvouga apresenta uma taxa de empregabilidade na ordem dos 95%, em média, no conjunto dos seus cursos.

Publicado em: 20-07-2008


Página gerada em: 2018-11-17 às 11:10:15 © COPYRIGHT ISVOUGA - 2006-2018
helpdesk@isvouga.pt