ISVOUGA ISVOUGA
   ISVOUGA Licenciaturas Bolsas de Estudo Emprego Contactos
Opções Gerais
   
 
  Caixa de Sugestões  
 
  Enews  
 
  Erasmus +  
 
  Bolsa de Emprego Online  
 
 Você está em:  Início  >  Notícias

A motivação dentro das empresas em destaque no ISVOUGA

A responsável de RH da Bresimar, empresa de automação industrial localizada em Aveiro, veio ao ISVOUGA, dia 5 de dezembro, apresentar algumas das práticas consolidadas da organização para manter os trabalhadores motivados e felizes.

Manter o índice de motivação e de satisfação elevado está nas prioridades da empresa localizada em Cacia, Aveiro. Carolina Breda, Management Advisor & HR Manager da Bresimar, esteve no auditório do ISVOUGA para uma aula aberta de Gestão de Recursos Humanos, no âmbito do CTESP em Criação e Gestão de Negócios, para apresentar algumas das práticas que fazem parte do adn da empresa que vai fechar o ano com uma faturação de mais de 10 milhões de euros. Estiveram presentes 70 participantes entre os alunos dos Cursos Técnicos Superiores Profissionais em Criação e Gestão de Negócios e os de Gestão de Turismo, bem como alunos das licenciaturas em Marketing, Publicidade e Relações Públicas e de Gestão de Empresas.

A Bresimar possui vasta experiência na comercialização de equipamentos e sistemas de automação e que tem capacidade para dar resposta personalizada à medida do cliente, o que obriga à exigência da responsabilidade e eficácia dos trabalhadores no desempenho das funções. Carolina Breda está consciente de que ali o «ritmo é elevado. Quem entra já está dentro de uma pista de F1. Sabemos que a exigência é elevadíssima». Por isso, já na fase de recrutamento é avaliada a capacidade de iniciativa e de proatividade. Em resposta a empresa trata-os como pessoas e acrescenta alguns mimos. Para além do salário que asseguram ser equivalente ou superior ao da concorrência, há cozinhas em todos os edifícios para garantir uma boa alimentação dos colaboradores que ali encontram fruta, bolachas, iogurtes, água, café, entre outros, adquiridos pela instituição. Os postos de trabalho foram ergonomicamente pensados, há seguro de saúde, e no ano passado foi implementada a ginástica laboral. Possuem uma plataforma de ideias e as melhores e que sejam implementadas é atribuída um valor monetário. A flexibilidade de horário é a norma, bem como a confiança de que os trabalhadores sabem o que têm de fazer para cumprir os objetivos.

Já com a segunda geração a assumir responsabilidades na organização, esta revela-se como um caso de sucesso ao nível de negócios, mas também, procura antecipar o futuro com a criação de um protocolo familiar. A ideia é garantir uma sucessão serena e onde já estão estipuladas algumas regras para que a segunda geração agregue os valores da empresa e a faça perdurar no tempo. E tendo em conta o que já é conhecido em relação ao histórico das empresas familiares em Portugal, que têm dificuldade de sobreviver à terceira geração, o documento partilhado junto dos trabalhadores prevê a integração de novos elementos, incluindo cônjuges e netos.

Após a apresentação das boas práticas da empresa, os participantes nesta aula aberta tiveram a oportunidade de fazer perguntas. Carolina Breda confidenciou um dos ensinamentos que o pai lhe passou há dois tipos de pessoas que não têm lugar numa organização como a Bresimar: as que não fazem aquilo que lhes pedem e as que só fazem o que lhes pedem. Uma das dicas acrescentadas pela directora financeira da empresa, também presente na sessão, é que no currículo têm em atenção para além da componente técnica, àquilo que as pessoas fazem mais, em termos de tempos livres. Gostam de saber se «é alguém que passa o tempo sentado a ver televisão ou se é alguém que faz desporto, participa em voluntariado, faz parte de associações», pois a atitude pode ser o factor diferenciador na hora de escolher o melhor candidato.































Publicado em: 06-12-2017


Página gerada em: 2017-12-16 às 12:39:53 © COPYRIGHT ISVOUGA - 2006-2010
helpdesk@isvouga.pt